Mais um brilhante post de um co-blogger no Worldpress Carlos M. Fernandes. Que vale sempre rebloggar

No Mundo (2)

Meu pai morreu mal eu tinha completado os seis anos e apagou-se-me da memória toda e qualquer imagem sua, substituída – apagada, talvez – por imagens artísticas ou artificiais, as das fotografias; e entre outras a de um daguerreótipo dos seus tempos de rapaz, era ele então apenas filho, também. Se bem que nem toda a imagem sua me tivesse desvanecido, confusamente, embora, e numa névoa oceânica, sem rasgos distintos, ainda o vislumbro num momento em que me foi dado a descobrir, era eu bem pequenino, o mistério da linguagem.

Miguel de Unamuno, Como se Faz Uma Novela

Falemos agora da fotografia de Robert Frank (n.1924), Andrea, Pablo, Mary, Texas, de 1956: Mary, a mulher de Frank, e dois filhos que não sobreviveram ao pai, no carro usado pelo fotógrafo para, de câmara na mão e à deriva pela América, forjar a mítica obra Les Americains. Pablo, que nos…

View original post 322 more words

Advertisements